Fotografia Básica: Foco e Profundidade de Campo (DOF)

Foco no segundo plano e baixa profundidade de campo

Basicamente, foco é nitidez. Se o motivo estiver focado, ele está nítido. O foco é definido pela distância. Se dois objetos na cena estão à mesma distância do fotógrafo, então ambos estão focados.

Na câmera, o foco é definido no anel da frente da lente (o de trás é o zoom) há também a configuração para tornar o foco automático. Dependendo da situação, uma ou outra opção é melhor. Em fotojornalismo, se usa muito o foco automático, já em estúdio o foco manual é mais comum.

Isso acontece porque normalmente não há tempo para ajustar o foco em fotojornalismo, já no estúdio, as ações são todas controladas.

Para focar no modo, quando está configurado no automático (isso também serve pra câmeras point and shoot, as xeretas), é só apontar a câmera para o motivo e pressionar o disparador até a metade (no iphone é preciso tocar na tela do bicho).

O foco automático funciona pelo contraste da imagem, portanto, o recurso não funciona em quadros monocromáticos.

Já falamos um pouco de profundidade de campo (DOF- depth of field) quando o assunto foi diafragma. Quanto mais aberto estiver o diafragma, menor a profundidade de campo e vice versa. Profundidade de campo é o tamanho da região que está focada na imagem.

Foco é distância, pouca profundidade de campo significa que objetos próximos terão diferença de foco entre si. Se a profundidade de campo for maior essa diferença fica menor.

Se fizer um retrato em f1.8 e focar na ponta do nariz, provavelmente o resto do rosto (que está mais distante da lente do que a ponta do nariz) estará com menos foco. Se essa diferença for pequena, dá pra usar essa “falta” de foco ao nosso favor. O foco “suave” disfarça imperfeições na pele do modelo, o fundo ficará completamente desfocado, o que destaca ainda mais o rosto do modelo.

A baixa profundidade de campo também serve para hierarquizar os motivos, para indicar onde deve ir o olho de quem observa.

Alta profundidade de campo é mais usada para paisagens onde se quer toda a cena em foco.

Não há regra, a profundidade de campo deve se adequar a intenção do fotógrafo, nada impede que se faça um retrato com f22, ou uma paisagem com f1.8. O importante é passar a mensagem.

Alta proundidade de campo

Sobre André Americo

Sou jornalista e fotógrafo, trabalho no jornal Metro ABC
Esta entrada foi publicada em Fotografia Básica, Fotografia na teoria com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

2 respostas a Fotografia Básica: Foco e Profundidade de Campo (DOF)

  1. Super legal o post André! Explica de maneira bem simples mesmo o conceito de foco e profundidade de campo… vou colocar o link dele no meu blog, como os devidos créditos é claro!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s